Sétima Dica – Banco de Talentos

header13

Criar e Manter um banco de Talentos

A criação e manutenção de um arquivo com currículos de candidatos pré-selecionados é fundamental. Além de poupar o tempo valioso de muitas empresas, um banco de talentos é um instrumento de gestão imprescindível, segundo aponta artigo do portal RH. Para isso, gestores de RH devem contar com uma ferramenta que propicie a recolocação profissional e, por consequência, evite GAPs de competências. O processo de sucessão de cargos ainda é um “fantasma” para muitas empresas, mas deve ser superado.

A consolidação de informações é o grande diferencial de empresas que apresentam um banco de talentos completo. É válido relembrar que esses dados devem englobar colaboradores atuais e novos – conhecer as competências na atuação pode ser mais importante do que você imagina.

Uma dica valiosa nessa etapa é disponibilizar todas as habilidades de para o cargo, no banco de talentos (obtidas a partir de avaliações ou de interesse identificados em projetos passados), mesmo que ele não as use em sua função atual. Isso possibilita a sucessão cruzada e efetiva.